• Agenda

    dezembro 2014
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    293031  
  • Categoria

  • Arquivo

  • Blog Aécio Neves

  • Anúncios

CVM quer explicação da Petrobras sobre suspeitas contra Graça

Petrolão: na tentativa de encobrir mentiras de Graça, direção da Petrobras e Governo do PT criam farsa para desmentir  Venina Velosa.

Petrobras e a gestão deficiente do PT

Fonte: O Globo

CVM força Petrobras a se posicionar sobre suspeitas contra Graça

Comissão de Valores Mobiliários cobra explicações da presidente da estatal a respeito de denúncias

Quatro dias após a revelação de que a geóloga Venina Velosa da Fonseca enviou “e-mails” alertando a presidente da PetrobrasGraça Foster, e outros integrantes da diretoria da empresa sobre indícios de desvios, só hoje a empresa negou que Graça tenha sido informada sobre as irregularidades antes da Operação Lava-Jato. Segundo a Petrobras, só em 20 de novembro deste ano Graça recebeu de Venina informações sobre as denúncias que a geóloga diz ter feito em “e-mails” enviados entre 2009 e 2011.

O teor dessas mensagem foi revelado na última sexta-feira pelo jornal “Valor Econômico”. A nova versão da Petrobras surgiu devido a um pedido de informações feito pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A informação foi divulgada à imprensa no início da madrugada de ontem, às 0h18m. No entanto, o sistema de comunicados ao mercado da CVMmostra que o comunicado da estatal foi enviado à autarquia que regula o mercado de capitais ainda na noite de ontem, às 22h08m.

O texto mostra que, provocada pela CVM, a Petrobras foi obrigada a dar mais detalhes sobre as mensagens de Venina para sustentar que Graça não ignorou informações sobre o esquema de corrupção desvendado pela Lava-Jato, deflagrada em março. O comunicado ainda mostra o esforço da empresa para reabilitar a credibilidade de Graça, desgastada com as denúncias de Venina e as complicações do escândalo sobre a estatal, cujo balanço financeiro está atrasado desde novembro porque a empresa de auditoria PwC se recusa a avalizá-lo.

GOVERNO DEFENDE PRESIDENTE DA PETROBRAS

Palácio do Planalto também se mobilizou ontem para tentar preservar Graça. O vice-presidente Michel Temer e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, foram a público para dizer que não há nada que comprometa a presidente da Petrobras. A demissão de Graça é cogitada em Brasília, mas a presidente Dilma Rousseff resiste em abrir mão dela.

A resposta da Petrobras à CVM é o terceiro comunicado divulgado pela estatal sobre as denúncias de Venina. Na sexta-feira, a empresa afirmara que as informações enviadas pela ex-gerente haviam sido objeto de apurações internas e lembrou que a própria executiva foi responsabilizada numa delas. Venina foi considerada uma das responsáveis pelas irregularidades nos contratos superfaturados da construção da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. Por isso, ela foi exonerada da chefia da subsidiária da Petrobras em Cingapura no último dia 19 de novembro. Segundo a Petrobras, Venina ameaçou fazer denúncias de perdesse o cargo.

Entre 2005 e 2009, Venina foi gerente executiva da área corporativa da Diretoria de Abastecimento, ocupada por Paulo Roberto Costa, investigado e preso na Operação Lava-Jato.

É uma prática normal da CVM pedir esclarecimentos a empresas com ações negociadas em bolsa sobre fatos graves divulgadas pela imprensa. As empresas podem fazer esse tipo de esclarecimento voluntariamente ou serem provocadas pela autarquia. Nesse caso, o que causou o pedido da CVM foi a dúvida deixada pelas denúncias de Venina de que os atuais dirigentes da estatal não tomaram medidas para sanar as perdas financeiras, o que seria uma falta grave.

PETROBRAS NÃO NEGA VERACIDADE DE E-MAILS

No novo comunicado, a estatal não questiona a autenticidade dos e-mails que Venina diz ter enviado para Graça, e que tiveram trechos reproduzidos pelo “Valor”, mas sustenta que as mensagens enviadas pela geóloga – em 2 de abril de 2009, 26 de agosto de 2011 e 7 de outubro de 2011 – “não explicitaram” irregularidades que ela diz ter denunciado a Graças sobre os contratos da refinaria, desvios de recursos de contratos da gerência de comunicação da Diretoria de Abastecimento e da área de combustível para navio, o chamado bunker.

Essa versão apresenta contradições em relação ao teor de mensagens que Venina diz ter enviado a Graça, reproduzidos pelo “Valor” na sexta-feira. Num deles, com data de 7 de outubro de 2011, Venina teria escrito a Graça que tinha passado sentir vergonha da Petrobras por ser maltratada por superiores. O texto cita problemas na gerência de comunicação da Diretoria de Abastecimento e também na contração e monitoramento de obras, o que Venina chama de “esquartejamento” de projetos em “licitações sem aparente eficiência”.

Nesse “e-mail”, Venina é genérica: diz que é “tarde demais para entrar em detalhes”. O texto, porém, não deixa dúvidas do que está tratando. Em outro trecho, Venina dá a entender que não é muito específica porque Graças saberia do que ela estava falando. Frisa que teme pela segurança de sua família, mas propõe: “Gostaria de te apresentar parte da documentação que tenho, parte dela eu sei que você já conhece. Gostaria de te ouvir antes de dar o próximo passo. Não quero te passar nada sem receber um sinal da sua parte”. A Petrobras informou que Graças não respondeu à mensagem.

O comunicado da Petrobras também confirma que, em 27 de maio de 2009, o diretor de Abastecimento da estatal, José Carlos Cosenza, recebeu da geóloga o encaminhamento de um “e-mail” que ela teria originalmente enviado a Costa alertando sobre riscos na terraplanagem da Refinaria Abreu e Lima que poderiam elevar custos e prazos. Cosenza já afirmou, porém, que nunca ouvira falar de desvios no projeto da refinaria. Foi o que declarou quando compareceu à CPI mista da Petrobras este ano.

Segundo fontes ouvidas pelo GLOBO na Petrobras, Graças ficou irritada com as denúncias de Venina publicadas na sexta-feira, mas minimizou os seus efeitos. Ocupada com o impasse que envolve o balanço da empresa, ela teria demorado a dar uma resposta mais incisiva às denúncias de Venina porque avaliou que o fato de a geóloga ter sido responsabilizada pela comissão interna por irregularidades na refinaria desqualificaria suas denúncias.

Como informou O GLOBO ontem, Graças citou o caso durante a reunião do Conselho de Administração da Petrobras na sexta-feira, quando foi decidido mais uma vez o adiamento da divulgação do balanço. Segundo uma fonte da estatal, Graças disse aos conselheiros que recebeu e-mails de Venina entre 2009 e 2011, mas deu a entender que o conteúdo não era claro.

CARDOZO: NÃO HÁ ATO ILÍCITO DE GRAÇA

Ontem, o vice-presidente Michel Temer disse que não há acusações formais contra Graça. Ele afirmou que a queda das ações e dos investimentos da Petrobras é uma situação transitória. E disse ter “absoluta convicção” de que a empresa voltará ao tamanho que sempre teve.

– Seja qual for a medida a ser tomada não há nada envolvendo os critérios pessoais, a conduta, a lisura da presidenta Graça Foster – disse Temer, durante um evento com peemedebistas no Rio. – O Ministério Público já está tomando todas as providências e a Polícia Federal está fazendo as investigações que deve fazer.

Em Brasília, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, voltou a defender Graça. Como havia feito na semana passada, a pedido da presidente Dilma, ele repetiu que não há qualquer ato ilícito que a comprometa. Perguntado sobre a permanência da executiva à frente da estatal, ele afirmou que, assim como qualquer cargo, o dela está sujeito aos critérios do governo.

– Da minha parte é fundamental dizer que qualquer ato ilícito deve ser apurado. Relativamente à presidente da Petrobras (Graça Foster) não há nenhum ato ilícito que possa implicar em qualquer juízo de valor. (Colaborou Evandro Éboli)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: