• Agenda

    julho 2020
    S T Q Q S S D
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031  
  • Categoria

  • Arquivo

  • Blog Aécio Neves

Gestão de Aécio e Anastasia nas rodovias estaduais de Minas Gerais tem aprovação de 85% dos motoristas

Com base em pesquisa realizada no segundo semestre de 2010, a Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop) chega ao final do ano com um quadro bastante otimista em relação à situação das rodovias estaduais, as MGs. A qualidade das estradas cresceu 17% em relação à última pesquisa, de 2008, que apresentou uma aceitação de 68%. Hoje, as MGs estão com 85% de aprovação.

O secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, João Fleury, atribui o aumento do índice de aprovação dos motoristas aos investimentos que o Governos Aecio e Anastasia realizaram na malha estadual, por meio de projetos estruturadores como o Programa de Recuperação e Manutenção Rodoviária do Estado de Minas Gerais (ProMG), o Programa de Pavimentação de Ligações e Acessos Rodoviários aos Municípios (Proacesso) e o Programa de Aumento da Capacidade e Segurança dos Corredores de Transporte (Proseg).

A pesquisa é uma das etapas de um sistema de avaliação permanente implantado pelo projeto estruturador ProMG. “Os questionários foram aplicados utilizando regras de proporcionalidade em cada região, seguindo alguns parâmetros escolhidos como, por exemplo, tamanho da malha rodoviária na região ou mesmo o fluxo de veículos que transitam na via”, explica João Fleury.

Na pesquisa, os entrevistados apontaram como principal causa de acidentes nas rodovias mineiras a imprudência dos condutores no trânsito. A segunda principal causa são os condutores de veículos sob efeito de bebidas alcoólicas ou estimulantes. A terceira são as más condições do pavimento. Em 2010, 45% dos motoristas avaliaram como ótima as condições do traçado/conservação da rodovia para evitar acidentes, enquanto na pesquisa realizada em 2009 foram 44%. O índice de satisfação subiu também no item atuação do governo na melhoria das rodovias estaduais, de 58%, em 2009, para 64%, em 2010.

Entre as vantagens para realização do diagnóstico da satisfação dos usuários, o secretário aponta a criação de um banco de dados que irá medir a percepção dos usuários em relação à evolução das obras rodoviárias já executadas e em processo de execução no território mineiro, por meio do ProMG. “O banco de dados irá favorecer o gerenciamento das atividades, sobretudo no que se refere à programação orçamentária plurianual. Esta programação permite a redução dos custos de manutenção”, afirma.

Pesquisa

A 4ª Pesquisa de Satisfação dos Usuários das Rodovias Estaduais Mineiras foi realizada no período de 19 a 22 de outubro de 2010 e aplicada pelo Instituto de Pesquisa Doxa. Foram feitas 2100 entrevistas com os principais usuários das rodovias mineiras, como motoristas de transporte de carga, transporte de passageiros e de automóveis particulares, além de ampliar o universo pesquisado ouvindo motociclistas e policiais rodoviários que trafegam com regularidade pelas rodovias estaduais. O estudo abrangeu oito rotas diferentes, que somam cerca de 8 mil quilômetros.

A progressão dos números é apresentada de forma positiva nas três últimas Pesquisas de Satisfação dos Usuários das Rodovias Estaduais Mineiras realizadas pela Setop. Os pesquisadores avaliaram as condições de conservação e manutenção das vias, segurança viária, obras de melhorias, sinalização e praças de pesagens.

Para quem tiver interesse a pesquisa pode ser solicitada pelos telefones (31) 3915-8285 ou (31) 3915-8286.

 

Governo Antonio Anastasia faz parceria para criar na MG-050 terceira faixa próximo à cidade de Pratápolis

A Concessionária Nascentes das Gerais, parceira do Governo Antonio Anastasia na gestão do sistema MG-050/BR-265/BR-491, começa a executar, nesta quarta-feira (24), mais uma obra na MG-050. Desta vez o local da intervenção é a cidade de Pratápolis, no Sul de Minas, que receberá uma obra de terceira faixa no trecho compreendido entre os quilômetros 386,4 e 387,6, bem próximo a São Sebastião do Paraíso, na divisa entre Minas Gerais e São Paulo. Os investimentos para o trecho serão de R$ 460 mil, com geração de 30 empregos. A previsão é que a terceira faixa seja entregue até o próximo mês de março.

O diretor-executivo da Concessionária Nascentes das Gerais, Joselito Castro, explica que a implantação de terceiras faixas ao longo do Sistema MG-050 é essencial, pois aumenta a segurança e o conforto de quem trafega pela estrada. “Só em 2010, entregamos cerca de 20 quilômetros de terceiras faixas ao longo da rodovia. Trata-se de uma obra que melhora a fluidez do tráfego”, afirma.

O Sistema MG-050/BR-265/BR-491 é a principal via de ligação entre o Centro-Oeste e o Sudoeste de Minas Gerais e tem 371,4 quilômetros de extensão. Desde junho de 2007 é administrado pela Concessionária Nascentes das Gerais por meio da primeira Parceria Público-Privada (PPP) do setor de infraestrutura rodoviária nacional e desenvolvida pelo Governo de Minas. Ao todo, já foram investidos R$ 254 milhões em obras de melhorias e na operação da estrada sob concessão.

 

Governo Anastasia apoia campanha educativa de trânsito, ação é recomendada pela ONU em tributo às vítimas de acidentes

Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), órgão do Governo Anastasia, realizou nesta sexta-feira (19), blitz educativa na MG-010 (Posto da Polícia Rodoviária Estadual), das 9h às 11h30. A ação representa um tributo às vítimas do trânsito que, em todo terceiro domingo de novembro, são lembradas em vários países.

A ideia nasceu em 2005, na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que aprovou uma resolução para que os países membros definissem o terceiro domingo do mês de novembro como uma data dedicada à memória das milhares de vítimas.

Na blitz do DER/MG, realizada por meio do Núcleo de Educação de Trânsito, serão distribuídos folhetos educativos, orientando os motoristas e abordando temas como Cinto de Segurança Adulto e Criança; Como Dirigir na Chuva; e Transporte Seguro de Crianças. Além dos educadores do DER/MG, a blitz contará com a participação de músicos da Polícia Militar de Minas Gerais. Foi preparada, ainda, uma chuva de balões brancos, simbolizando a paz e um pedido para que os motoristas tenham mais consciência ao dirigir nas rodovias.

Desde o dia 16 até 21 de novembro, por meio das 40 Coordenadorias Regionais do DER/MG, também estão sendo realizadas blitze educativas nas rodovias estaduais no interior do Estado com a distribuição de folhetos para a comunidade.

Atividades educativas

Em 2010, durante as atividades educativas desenvolvidas pelo Núcleo de Educação de Trânsito do DER/MG, tanto na capital como no interior, foram divulgadas informações a respeito da Década de Ações de Segurança Viária e sobre o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Trânsito.

A Década de Ações de Segurança Viária é mais uma ideia que partiu da ONU. Ela incentiva os governos e as organizações civis a trabalharem de 2011 a 2020 no desenvolvimento de ações para a redução do número de acidentes de trânsito.

 

Alerta de chuvas fortes para o verão faz com que o DER Minas crie plano preventivo, central de atendimento funcionará 24h

Para minimizar os impactos do período chuvoso nas rodovias estaduais, as MGs, oDepartamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG) reuniu, nesta quarta-feira (27), representantes das 40 Coordenadorias Regionais (CRGs). Durante o encontro, foram apresentadas e discutidas ações preventivas e estratégias para atendimento ágil a eventuais danos causados pelas chuvas nas estradas mineiras.

O diretor-geral do DER/MG, José Elcio Monteze, lembrou ações que o órgão já vinha executando, preventivamente, e que, hoje, possibilitam ao Departamento pronto atendimento às demandas das chuvas. “Os usuários podem registrar as ocorrências pela central de atendimento Ligue Minas, por meio do número 155, ramal 06. O serviço, que abrange todo o Estado, funcionará 24 horas e as ligações devem ser originadas de telefones fixos”, explicou Monteze.

Segundo as previsões meteorológicas para o período 2010/2011, nos meses de novembro e dezembro as chuvas serão mais intensas nas regiões do Triângulo, Sul e Zona da Mata. Nos meses de janeiro e fevereiro, a previsão indica que as áreas mais afetadas se concentrarão nas regiões Norte e Jequitinhonha.

“As 40 Coordenadorias Regionais do DER/MG já estão com suas equipes preparadas para atender aos chamados de urgência e emergência. O planejamento é de que o local da ocorrência seja sinalizado em três horas e de que em 24 horas sejam alocados pessoal e equipamentos necessários, com o objetivo de desobstruir a rodovia, construir variantes e indicar rotas alternativas”, afirmou José Elcio.

Estratégia para o atendimento

O DER/MG tem estocado materiais para pronto atendimento durante as chuvas, como 2.480 m³ de gabião, utilizado para conter deslizamento de terras; 24 conjuntos de vigas de 8 metros, para pontes; 67 conjuntos de vigas de 10 metros, 13 de 12 metros, 49 de 15 metros e 34 de 18 metros; 1997 metros de bueiros; e 374 unidades de mata-burros estão disponíveis para o atendimento em todo o Estado.

As CRGs do DER/MG estão sendo abastecidas de material betuminoso, combustível e kits de segurança para sinalização, como cones e placas para atendimento emergencial. De janeiro a agosto de 2010, já foram investidos na manutenção e conservação de rotina, como limpeza dos dispositivos de drenagem, roçada, reconstrução de sarjeta e caiação, R$ 110 milhões. A previsão é de que sejam gastos até o final do ano mais R$ 50 milhões.

Programas melhoram malha rodoviária

Programas como o Programa de Pavimentação de Ligações e Acessos Rodoviários aos Municípios (Proacesso) e oPrograma de Recuperação e Manutenção Rodoviária do Estado de Minas Gerais (ProMG) têm contribuído para a melhoria da malha rodoviária do Estado.

Por meio do Proacesso, foi feita, de 2003 a 2010, a ampliação da rede pavimentada de 13,9 mil quilômetros para quase 19 mil. Para a rede pavimentada, o ProMG vem efetuando a recuperação e a manutenção de cerca de 30% da malha sob jurisdição do DER/MG, ou seja, 5.476 quilômetros de rodovias pavimentadas. Por meio do programa, já estão sendo beneficiadas as Coordenadorias Regionais do DER de Belo Horizonte, Pará de Minas, Barbacena, Ubá, Varginha, Poços de Caldas, Oliveira, Ponte Nova, Itajubá, Formiga, Passos e Juiz de Fora.

“Todo este trabalho e investimento se reflete na melhoria das condições de tráfego das MGs durante o período chuvoso”, destaca José Elcio Monteze.

Atendimentos 2009/2010

No último período chuvoso foram registradas ocorrências em 29 pontos da malha rodoviária estadual. Para a realização de serviços de reparos aos danos foram alocados recursos da ordem de R$ 11 milhões.

No mesmo período, a Central de Atendimento ao Usuário do DER/MG recebeu 144.845 ligações, sendo 1.385 referentes a problemas nas rodovias. Além dos trabalhos de recuperação dos danos, o DER/MG atendeu também à Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais (Cedec/MG) com o transporte de 68.017 cestas básicas, 3 mil kg de roupas, 1.900 cobertores, 1.600 colchões, 39 lonas e seis kits de medicamentos.

 

Desde janeiro DER Minas já realizou 11 mil ações de fiscalização, o foco tem sido o transporte clandestino de passageiros

Cerca de 11 mil ações de fiscalização já foram realizadas pela equipe do Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG) de janeiro a setembro de 2010. Segundo a gerente de Controle da Diretoria de Fiscalização do DER/MG, Márcia Roizenbruch, a meta é garantir a legalidade do serviço de transporte de passageiros e o cumprimento das disposições do Código de Trânsito Brasileiro, proporcionando mais segurança aos motoristas que transitam nas rodovias estaduais (MGs).

Somente no combate ao transporte clandestino de passageiros, foram realizadas 5.171 operações em todas as 40 Coordenadorias Regionais do DER/MG. Nos feriados prolongados e nas férias de julho aumenta a procura por transporte intermunicipal e transporte fretado, e a atuação dos fiscais do DER/MG nessas datas, ocorre não somente para fiscalizar práticas ilegais, como também em caráter preventivo, conscientizando motoristas e passageiros para os riscos do uso do transporte clandestino.

De acordo com Márcia Roizenbruch, as pessoas que utilizam o transporte clandestino correm diversos riscos. “Os veículos não possuem seguro de vida, muitas vezes não realizam manutenção periódica e preventiva, transportam pessoas acima da capacidade do veículo, além de transportar bagagem de procedência duvidosa como drogas, por exemplo”, afirma.

Operações

Foram computadas 1.193 operações em terminais rodoviários, 1.498 operações para vistoriar o cumprimento do Regulamento do Sistema de Transporte Coletivo (RSTC), 427 com foco no transporte de trabalhadores rurais, 484 em aeroportos, 94 em postos de pesagem, 339 blitze educativas, 892 operações de vistoria da faixa de domínio, 84 operações para realização de pesquisas sobre transporte, entre outras.

Nas 11.106 ações de fiscalização totais efetuadas de janeiro a setembro de 2010, foram registrados mais de 216 mil veículos abordados, dos quais 32.127 foram retidos, 1.323 apreendidos e 32.020 autuados pelo DER/MG. Precisaram trocar de condução 10.427 passageiros de 1.092 veículos.

Márcia Roizenbruch destaca que a fiscalização do DER/MG age de forma intensiva e ostensiva, para garantir as condições de segurança das rodovias mineiras sob a jurisdição da autarquia. “Além disso, os números mostram que o DER mantém constante monitoramento na prestação do serviço regular de transporte de passageiros no Estado, visando ao conforto e à qualidade do mesmo”, conclui.

Até o final do ano, estão programadas mais operações especiais nos feriados de 2 e 15 de novembro e nas férias.

DER Minas promove seminário “Estruturas de Concreto e Operação de Vias – Inovações Tecnológicas Internacionais”

Com o objetivo de apresentar aos engenheiros e técnicos especializados em obras de vias, pontes, viadutos e rodovias algumas das mais modernas tecnologias européias para monitoramento, manutenção preventiva, alargamento de pistas, conservação, renovação e construção de pontes e viadutos, o Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG) vai promover, nesta quinta-feira (20), o seminário “Estruturas de Concreto e Operação de Vias – Inovações Tecnológicas Internacionais”.

O seminário vai acontecer das 9h às 12h30 no auditório do DER/MG e vai contar com as apresentações de especialistas das empresas internacionais Consórcio Bung Ingenieure e FOS – O, da Alemanha e da Bélgica respectivamente, e da empresa de engenharia sediada no Rio de Janeiro, ATI Consultoria.

Durante o evento, os convidados irão conhecer o sistema de pré-alarmes destinados a verificar e controlar, em tempo real, as condições de pontes e viadutos, através de sensores e fibras óticas de última geração, com tecnologia exclusiva para impedimento de tráfego de veículos com excessos de cargas e para identificação imediata de necessidades de intervenções e reparos para aumento da vida útil das construções. Além disso, vão conhecer tipos de materiais utilizados pelas empresas para proteção de superfícies de concreto contra corrosões e agressões químicas e suas aplicações em superfícies úmidas ou submersas.

Para o diretor geral do DER/MG, José Elcio Santos Monteze, o seminário vai permitir a troca de experiências entre profissionais que entendem do assunto. “Poderemos aperfeiçoar nossos conhecimentos com o objetivo de garantir obras de melhor qualidade”, disse.  Segundo José Elcio, a importância da aplicação dessa nova tecnologia apresentada é que “com o aumento de tráfego e das cargas faz-se necessário, cada vez mais, monitorá-los e construir novas obras de infraestrutura com a mínima interferência possível na via”, destacou.

O evento contará com tradução simultânea e uma apresentação em tempo real sobre as condições de algumas vias na Europa. Foram convidados, além dos engenheiros e técnicos do DER/MG e Deop/MG, sindicatos de construção e empresas associadas. Em todas as apresentações serão abertos espaços para perguntas e respostas.

Palestrantes

A primeira palestra será proferida pelo presidente da FOS – O, Marc Voet, que vai abordar o monitoramento das condições de estruturas. A segunda apresentação ficará a cargo do diretor para negociações externas da Consórcio Bung Ingenieure, Karl Kuhnhenn, que vai abordar o alargamento de pontes e viadutos sob tráfego. Por último, o diretor da ATI Consultoria vai falar sobre materiais sintéticos para estruturas de engenharia civil.

As empresas palestrantes são conhecidas pela implantação de pré-alarmes e de controle de tráfego na Alemanha, equipamentos tecnológicos em autoestradas e túneis na Áustria e Alemanha, sistemas de monitoramento e proteção do Estádio Olímpico de Athenas e Acrópolis, por toda infraestrutura dos jogos olímpicos de Athenas, na Grécia, e pela execução de reparos e barreiras de retenção e pela instalação de materiais de alta resistência e de juntas de dilatação especiais na Ponte Rio-Niterói.

Governo Anastasia: Nova obra de terceira faixa na MG-050 começa nesta quinta-feira

A Concessionária Nascentes das Gerais dará início a mais uma frente de trabalho no Sistema MG-050/BR-265/BR-491 nesta quinta-feira (20). A obra é uma terceira faixa localizada entre os quilômetros 356 e 357,5 da MG-050, em Passos. O investimento é de R$ 455 mil e serão criados 100 empregos. A previsão é que os usuários possam utilizar a nova pista a partir de outubro deste ano. Essa intervenção está no pacote de R$ 110 milhões de investimentos que a empresa anunciou recentemente para a rodovia em 2010. De acordo com a Concessionária Nascentes das Gerais, não há necessidade de interrupção do tráfego no momento.

No momento, a Concessionária Nascentes das Gerais realiza várias obras em todo o Sistema MG-050. Ao todo, são 15 terceiras faixas em execução, totalizando 19,83 quilômetros que devem estar entregues até próximo mês de outubro. As intervenções ocorrem nas cidades de Divinópolis, Formiga, Piumhi, Capitólio, São Sebastião do Paraíso e Passos. Também está em curso a duplicação do perímetro urbano de Formiga, de Mateus Leme e da BR-491, em São Sebastião do Paraíso. “Há obras por toda a rodovia e quem passa pela estrada vê os benefícios que a concessão traz para o Centro-Oeste e o Sudoeste de Minas Gerais”, afirma Emerson Bittar, diretor-presidente da Concessionária Nascentes das Gerais.

O Sistema MG-050/BR-265/BR-491 tem 371,4 quilômetros de extensão e liga Juatuba, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a São Sebastião do Paraíso, na divisa entre Minas Gerais e São Paulo. É a principal rodovia do Centro-Oeste e do Sudoeste de Minas Gerais.

Desde junho de 2007, o Sistema MG-050 é administrado por meio da primeira Parceria Público-Privada (PPP) do setor de infraestrutura rodoviária do Brasil e desenvolvida pelo Governo Antonio Anastasia. Até o momento, a Nascentes das Gerais investiu cerca de R$ 180 milhões em todo o trecho.

Governo Antonio Anastasia: DER Minas sedia II Seminário Internacional de Engenharia e Análise de Valor – sistema melhora gestão e reduz custos

Método desenvolvido nos Estados Unidos, durante a Segunda Guerra Mundial, a Engenharia e Análise de Valor (EAV) ainda é muito aplicada atualmente, pois busca obter o máximo de eficiência dos materiais empregados na obra e um custo baixo, sem perder a qualidade do empreendimento. O desafio enfrentado em 1942, pelos Estados Unidos tem servido de inspiração para o Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), órgão do Governo Antonio Anastasia, que obteve alguns resultados positivos aplicando a Engenharia e Análise de Valor. Desde 2001 até hoje, foi registrada a economia de aproximadamente R$ 134 milhões em custo inicial no conjunto de 12 obras nas quais o método foi utilizado e cerca de R$ 210 milhões, considerando-se a vida útil desses empreendimentos.

Para ampliar o debate sobre a Gestão do Valor e Custos, através da aplicação da Engenharia e Análise do Valor em projetos, processos, produtos e serviços, o Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG) e a Associação dos Engenheiros do DER/MG (Assender) promovem o segundo Seminário Internacional de Engenharia e Análise do Valor. O evento, que acontecerá nesta terça-feira (18), vai proporcionar a troca de experiências entre profissionais que atuam na área, no Brasil e em outros países, como Portugal e Estados Unidos.

Pioneirismo

No Brasil o DER/MG é pioneiro na aplicação da Engenharia e Análise de Valor em obras de pavimentação rodoviária, diante da necessidade de se encontrar e buscar novos materiais, de custo mais baixo e de melhor rendimento dentro da obra.

“Ao aplicar a análise do valor em obras rodoviárias mineiras, o DER/MG consegue uma economia significativa nos custos dos trabalhos executados. Além disso, consegue melhorar o desempenho do empreendimento, seja na capacidade de uso da rodovia ou na segurança. Isso porque medimos o valor como sendo desempenho sobre custo”, explicou o coordenador dos estudos da Engenharia e Análise de Valor no DER/MG, Marcos Jabor.

Para ele, uma das vantagens da aplicação desse método é que o projeto fica totalmente transparente. “É impossível estudarmos um projeto sem tomarmos conhecimento dele por completo. Com isso, conseguimos, inclusive, evitar problemas futuros na obra”, concluiu Jabor. Um exemplo é o que foi feito no projeto de aumento da capacidade da rodovia MG-424, no trecho entroncamento da MG-010 a Sete Lagoas. Com os estudos da Engenharia e Análise de Valor, foi calculada uma economia de custo inicial da obra de R$ 14,2 milhões e de R$ 73,9 milhões ao longo de 20 anos.

Projetos

O processo é implementado por uma equipe multidisciplinar que executa a análise de projetos para desenvolver alternativas que proporcionem um custo mais baixo, preservando a qualidade e a segurança dos projetos, das obras e das operações. O processo é usado em larga escala por órgãos governamentais em todo o mundo como uma das ferramentas mais versáteis e eficazes, visando sempre à melhoria de produtos e serviços.

Ao todo, 12 projetos já foram desenvolvidos pelo DER/MG com estudos de Engenharia e Análise de Valor. Neste ano, as obras de pavimentação dos trechos Água Boa a Malacacheta e Pirajuba a Frutal, dois dos quatro estudos previstos no Acordo de Resultados estão em andamento. Desde 2001, o método da Engenharia e Análise de Valor vem sendo praticado no DER/MG. Em 2003, a aplicação desse método foi institucionalizada no Departamento, através da Portaria 1716 (07/03/03).

Seminário

O seminário faz parte das comemorações dos 30 anos da Assender e dos 64 anos do DER/MG. A abertura, marcada para as 14h, será presidida pelo secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Fuad Noman, pelo diretor-geral do DER/MG, José Elcio Monteze, pelo presidente da Assender, Luiz Gonzaga Chaves Campos, e pelo presidente da Abeav, Marcos Buzzato.

Durante o encontro serão debatidas questões referentes aos processos de otimização do valor em empreendimentos industriais e de infraestrutura e cases de sucesso com a aplicação da Análise de Valor em empresas do setor público e privado.

Entre os palestrantes, estão o presidente da Apav/Portugal, Manoel Teles Fernandes, que falará sobre o ‘Valor Holístico e a sua Implicação na Economia e nos Negócios’, o analista de Planejamento de Custos da Mercedes Benz do Brasil/SP, Ruy Fett da Conceição, que apresentará o tema ‘O Valor da Função Caminhão’, e o vice-presidente da Value Management Strategies, George Hunter, que explanará sobre a ‘Implantação da Metodologia de EAV em empresas públicas – Experiência do Caltrans/Califórnia’.

Informações e inscrições sobre o seminário poderão ser efetuadas pelos telefones (31) 3235-1454 ou (31) 3235-1037, através do e-mail assenderseminairo@yahoo.com.br ou no site.

Programa de Gestão de Energia, criado no Governo Aécio Neves, gerou ao DER Minas economia de R$ 1,4 milhão

Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG) conseguiu uma economia de 25% ao mês, o que equivale a mais de R$ 1,4 milhão nos últimos quatro anos, com a adoção de medidas de uso de energia elétrica de seus prédios de maneira mais eficiente. Desde a implantação do Programa de Gestão de Energia do Estado (PGEE), criado no Governo Aécio Neves, instituído por meio do Decreto nº 43.696, de 11 de dezembro de 2003, o DER/MG iniciou uma série de procedimentos que o tem tornado exemplo entre os demais órgãos do Estado em economia de energia.

Com a criação de uma Comissão Interna de Conservação de Energia (Cice), o DER/MG passou a orientar seus servidores quanto ao desperdício, trocou equipamentos de iluminação, revisou o contrato de energia com a empresa concessionária e implantou um sistema de monitoramento de baixo custo, capaz de detectar os pontos potenciais de desperdício em todos os seus prédios, na sede e nas 40 Coordenadorias Regionais.

“Somente no primeiro mês de implantação do PGEE, o DER/MG conseguiu superar a meta de consumo estipulada pelo programa, que é de 15% ao mês. Hoje economizamos 25% e somos citados como os campeões de economia em dinheiro no Programa”, destacou o presidente da Comissão de Conservação de Energia do DER/MG, Fernando Gomes Batista.

Sistema de Monitoramento

O Sistema de Monitoramento, denominado Centro de Monitoramento de Usos Finais (Cmuf), foi implantado no DER/MG em 2005 como uma ferramenta capaz de auxiliar o acompanhamento do cumprimento da meta de economia do PGEE e identificar em quais locais as ações da Cice devem ser implantadas.

Desenvolvido pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em parceria com a Cemig e o Cefet, o Cmuf consiste num sistema capaz de medir a energia consumida em prédios, andares e salas. O monitoramento funciona através de sensores instalados nos cabos de alimentação das cargas elétricas, que são capazes de detectar onde há desperdício potencial de energia. Os dados captados são enviados para a central da UFMG, 24 horas por dia.

“Dessa forma o DER pode, via web, ter acesso ao seu consumo em tempo real. Através de gráficos de fácil entendimento, o Cmuf nos permite detectar equipamentos que ficam ligados fora do expediente ou que por algum problema consomem energia mesmo desligados”, explicou Fernando Batista. “Com isso, atacamos diretamente a fonte dos problemas e conseguimos conter o desperdício”, concluiu.

Governo Anastasia: DER/MG comemora 64 anos com a entrega de novas viaturas

Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG) comemorou nesta terça-feira (4) o seu 64º aniversário, com a entrega de 25 novas viaturas para a Diretoria de Fiscalização do órgão. As novas viaturas irão reforçar as operações de fiscalização nas rodovias mineiras, atuando no combate ao transporte irregular de passageiros, uso da faixa de domínio, transporte de trabalhadores rurais, dentre outras atividades.

secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Fuad Noman, destacou o trabalho realizado pelo corpo de funcionários durante esses 64 anos de atuação do órgão, pois foi “graças a essa capacidade técnica, nestes últimos anos conseguimos nos superar e recuperamos uma grande quantidade de rodovias no Estado, por meio do ProMG, impulsionando a economia e melhorando a trafegabilidade e já concluímos a pavimentação de 151 novas estradas, dentro do Programa de Pavimentação de Ligações e Acessos Rodoviários aos Municípios (Proacesso), são mais de 3.700 quilômetros”.

“Vale destacar, que nos últimos sete anos muitas novidades técnicas surgiram. Um exemplo emblemático é a construção da Linha Verde, que conta com os mais modernos equipamentos de segurança viária e a duplicação da avenida Antônio Carlos”, ressaltou Fuad.

Para o diretor-geral do DER/MG, José Élcio Monteze, o desafio enfrentado pelo primeiro diretor-geral, em 1946, pode ser considerado semelhante ao que o DER enfrenta agora. “Grandes mudanças estão acontecendo com a modernização do Governo de Minas, como é o caso da transferência da administração pública mineira para a Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves. O DER/MG já vem atuando neste processo, promovendo a melhoria da acessibilidade ao vetor norte, com a implantação da Linha Verde e de outras melhorias viárias como a conclusão da segunda etapa da avenida Antonio Carlos”, explicou  Monteze.

O diretor-geral lembrou que “conforme registros da época (1946), a rede rodoviária que o DER havia recebido como legado desde a sua instalação como Inspetoria, era formada por estradas “carroçáveis e/ou de estiagem”, pois somente podiam ser utilizadas durante o período seco. Porém os desafios de hoje estimulam a equipe técnica do DER/MG a buscar soluções adequadas ao desenvolvimento do setor rodoviário em Minas Gerais”.

Para o presidente do Sindicato da Construção Pesada de Minas Gerais (Sicepot-MG), Alberto Salum, “estamos orgulhosos em ter o DER/MG como parceiro e de trabalhar juntamente com seus técnicos na construção e melhoria da infraestrutura rodoviária do estado. Na passagem dos 64 anos, a diretoria do Sicepot-MG presta ao DER/MG uma especial homenagem pelo trabalho em prol do desenvolvimento mineiro que a autarquia vem fazendo ao longo de sua história.”

O presidente da Associação dos Engenheiros do DER/MG (Assender), Luiz Gonzaga Chaves Campos, acredita ser motivo de orgulho estar vinculada ao Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais, órgão que considera sinônimo de vanguarda e profissionalismo. ”Parabenizamos a instituição por contribuir, nestes 64 anos de funcionamento, com o desenvolvimento e o crescimento dos municípios mineiros, levando mais qualidade de vida à população”, destacou.

O DER

A criação do DER aconteceu no dia 4 de maio de 1946, organizado dentro da estrutura da antiga Secretaria de Viação e Obras Públicas. Até 2002, o DER tinha cerca de 14 mil km de rodovias pavimentadas, nos últimos sete anos foram pavimentados mais de 4.200 km de novas rodovias. Somente em 2009, o DER pavimentou mais de 1.100 km de rodovias através do Programa Proacesso. Todo este crescimento se deve ao envolvimento da equipe, explicou Monteze.

Nos últimos sete anos, os números acumulados mostram um salto no crescimento da rede pavimentada sob a jurisdição do DER. São 17.896 quilômetros de rodovias estaduais pavimentadas e 7.521 quilômetros não pavimentadas, que concentram as atividades de operação e manutenção de através das 40 Coordenadorias Regionais do departamento, distribuídas de forma estratégica em todo o Estado.

Para os desafios da modernidade administrativa, o DER já vem se preparando, realizando no ano passado um redesenho dos processos internos, reduzindo cerca de 1.200 ações, diminuindo o número de tarefas efetuadas caiu e crescendo produtividade. “Consciente do papel que deve desempenhar junto ao público, o DER mantém um planejamento voltado ao aprimoramento dos padrões de eficiência, qualidade e segurança para os usuários das rodovias mineiras, seguindo as metas da Secretaria Estadual dos Transportes e Obras Públicas (Setop)”,destacou Monteze.

Para 2010, o DER mantém metas arrojadas. No Proacesso, deverão ser R$ 885,7 milhões, e 700 quilômetros de rodovias pavimentadas serão recuperados, por meio do ProMG, além de ser feita a contratação para a recuperação de 915 quilômetros dentro da mesma filosofia do programa, o que deve representar  investimentos de R$ 300 milhões. Na área de operação da via, o DER deverá continuar implantando radares, além dos 84 já instalados, operando balanças, vistoriando pontes, realizando ações educativas e de fiscalização.